Páginas

quinta-feira, 27 de julho de 2017

SÉRIE | ANNE WITH AN E | NETFLIX



Esses dias terminei de assistir Anne, nova produção da Netflix que até agora só tem uma temporada liberada e com 7 episódios em torno de 40 minutos. Fora o primeiro que tem 1 hora de duração.

A série é uma adaptação literária do popular livro de Lucy Maud Montgomery. Ambientada em 1890, conta a história e aventuras de Anne, uma órfã de 13 anos que teve uma infância muito abusiva.

Seus pais faleceram quando ela ainda era um bebe e desde então sua casa passou a ser orfanatos e famílias estranhas que em nada eram amorosas ou acolhedoras, já que a pobre Anne era adotada para ser criada (cuidar da casa e das crianças, caso o casal tivesse filhos) e, por isso, acabou crescendo sem família, amigos e com vários traumas.

Anne é uma criança com muita experiência na bagagem, mais do que qualquer criança ou adulto do seu tempo. Ela se acha muito feia, não gosta da aparência porque tem cabelo ruivo e sarnas. 

Apesar dos traumas, ela tem uma áurea muito viva e uma energia muito contagiante. Consegue ver a felicidade em pequenas coisas e é sempre muito animada.



A principio não gostei muito de Anne porque ela é a rainha do drama, uma canceriana nata. Sua personalidade forte e seu gênio intenso lhe mete em muita confusão. Não sabe se aproximar das pessoas com cautela e por isso é tão dificil fazer amigos ou causar uma boa impressão.

Anne é adotada por engano pelos irmãos Cuthbert que moram num lindo sítio em Green Gables. De início essa relação é muito conturbada e tanto Anne quanto os irmãos sofrem para se adaptar a convivência. Com o tempo os três se acostumam, assim como nós, espectadores, vamos nos acostumando com a intensidade da menina.

Outro problema é a adaptação dela com os moradores da redondeza. É uma sociedade muito conservadora, patriarcal, machista (lembrando que o ano é 1890, características normais da época) e isso acaba atrapalhando porque Anne é uma criança muito além do seu tempo e toda feminista.

Com isso, a série aborda muitos problemas sociais, como preconceito de classe, orgulho, a questão da mulher ser criada para ser esposa e agradar sempre o marido, da escola não ser uma prioridade já que os homens têm força para trabalhos braçais e a mulher para cuidar da casa, enfim.

É uma série simples, inocente, mas que causa grande impacto em quem assiste. Não duvido que você também tenha uma relação de amor e raiva por Anne.


Trailer




Se tiver alguma indicação de série pode mandar!!


Até a próxima,
Suh


2 comentários:

  1. Comecei a assistir essa série mais ainda não consegui terminar, a Anne é bem dramática né kk mas você acaba gostando,fiz um post sobre séries tbm!

    Beijooos
    Le Duo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também demorei muito para terminar por conta de todo o drama dela, chega a encher o saco kkkkkkk.

      Excluir

Gostou? Então participa comentando abaixo ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...